ENADE

9 11 2009

por Luciane Aulicino

Neste domingo ocorreu a 13° edição do Enade. Com isso, surgem alguns pontos importantes à serem analisados.

O primeiro, e talvez maior e mais polêmico ponto, é a falta de incentivo para a realização das provas, principalmente para os alunos do primeiro ano. Essa nota interfere “apenas” na classificação do curso, não na nota do aluno.

O segundo ponto é o local de prova, que na maioria das vezes é realizado em locais de difícil acesso e de risco, além da precária condição das escolas.

O terceiro ponto foi o que ocorreu na minha classe, um boicote maciço por parte dos alunos, que esperaram apenas o tempo mínimo de meia hora para entregar a prova em branco, tentando fazer uma alusão à eleição quando as pessoas anulam o voto.

Ao final da prova existiam nove questões para avaliação da prova, dentre elas uma que questionava sobre o desempenho na prova e, pelo que pude perceber, a grande maioria respondeu que o problema é a falta de motivação para sua realização.

Com isso fica a dúvida, será realmente que essa classificação é confiável ou o MEC tem que resolver essa falta de motivação para um melhor desempenho?

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: